12 de ago de 2016

Torta de Legumes do Rodrigo Hilbert

Assisto muito ao canal do GNT. Adoro os programas e um que assisto bastante é o Tempero de Família. Esses dias o Rodrigo ensinou a fazer uma torta de legumes que me pareceu deliciosa, como tinha a maioria das coisas resolvi me arriscar. Ficou ótima e deliciosa, apesar de eu não ter acertado muito bem a massa. Aprovada. Abaixo a prova do crime e o link com a receita e o vídeo pra gente se deliciar vendo o lindo Rodrigo cozinhando.




9 de abr de 2015

App para apaixonados por séries de TV

Eu adoro séries! Confesso que antes não gostava, mas comecei inocentemente e agora sigo várias. Acontece que sempre me perdia nos episódios que já tinha assistido e em que dia a série retorna. Meus problemas (e talvez os seus também) acabaram! :) Encontrei um app que faz o controle e notifica quando será o próximo episódio: o TV Show Time! Meu objetivo é gerenciar só as que estou assistindo no momento, pela questão dos episódios mesmo, pois para organizar séries e filmes que já assisti/quero assistir eu utilizo o Filmow. Mas o TV Show Time também pode gerenciar todas as séries que viu e pretende ver, assim como avaliar os episódios com emoticons. O legal é que ele te dá um retorno de quantas horas tu já gastou da tua vida assistindo séries. :) #ficaadica

23 de mar de 2015

Uma tela branca

Acabo de assistir "Para Sempre Alice", filme que deu o Oscar de melhor atriz à Julianne Moore. Mais que merecido. Filme tocante sobre Alzheimer. Super indico que assistam, principalmente se conhecem ou têm alguém próximo com esse diagnóstico. Talvez o filme ajude a entender o drama que a pessoa vive e todos à sua volta. Só talvez... É cruel imaginar tudo que faz a gente ser a gente, tudo que temos como referência do que somos, simplesmente sumir. Cada dia uma lembrança. Cada dia uma palavra. Ironia maior ser com uma linguista. De que vale a vida dessa forma? Não sei... O que fica de nós são as lembranças que os outros guardam do que fomos. Talvez a lição seja dos que estão próximos nessa hora. Talvez a do esquecido seja aprender a conviver com a tela branca.


26 de abr de 2014

O banheiro


Na rodoviária de Santa Maria, fui ao banheiro e na hora de lavar as mãos avistei uma tomada. Pimpa! Achei que podia aproveitar o tempo e dar uma carga a mais no celular pra garantir. Lá estava eu presa à parede pelo fio aguardando tranquilamente rumo aos 100%. Entra uma mulher correndo, abre porta e entra. Ouço alguns gemidos e penso comigo “a coisa ali tá complicada” e continuo à espera do celular. Os gemidos cessam e pelo espelho vejo a pessoa pelada, desesperada atrás de papel. Ok,

20 de jan de 2014

Paraíso

Parte I
 
Em um ônibus rumo a Santa Maria.

O motorista abre a porta e anuncia a cidade da parada: - Paraíso!

Logo ela entra. Linda, loira, bronzeada. Uma delícia de mulher dentro de um "macaquinho" estampado curto do tipo "tomara que caia". Os marmanjos presentes se ajeitam na poltrona, inquietos. Ela é o tipo que deve ouvir muitas piadinhas e cantadas com o nome da cidade. "Eu morri? Ah, achei que estava no paraíso, porque estou vendo um anjo", "Gata, me leva pro paraíso", "Tu é o próprio paraíso!". Ela fica um tempo parada no começo do corredor, procurando uma poltrona vaga. Quase dá pra ouvir as orações da cambada, até que ela elege o felizardo. Ele discretamente inclina a cabeça para o alto como que agradecendo. Ele está no paraíso.

Parte II

O motorista acabou de anunciar a cidade e uma loira estonteante acomodou-se na poltrona. Todos olham para a porta esperando o próximo passageiro. Entra ele. Baixinho, bem acima do peso do tipo "barriga de chopp", dentro de uma bermuda camuflada, camiseta listrada, pochete, boné de algum posto de gasolina e crocs. Quase pode-se ouvir as orações das mulheres pedindo a todos os santos pra desviar a oferenda pra outro lado. Ele dá uma olhada rápida e senta sozinho, pra alegria da mulherada.

É, cada um tem o paraíso que merece.

4 de set de 2013

Da ressonância rumo ao Pilates

Faz algum tempo que convivo com dores na coluna, e quem vive esse drama sabe do que estou falando. A dor torna-se próxima, tão próxima, que aprendemos a conviver. Consultei alguns médicos, mas eles só me pediam RX da coluna e não viam nada. Quase desesperançosa fiz mais uma tentativa recentemente e o médico solicitou uma RM. Então, lá fui eu debutar nesse exame que eu só ouvia falar (tipo a mamografia que só fui conhecer ano passado). Na mamografia eu tinha medo da dor que tanto falavam que sentiam, mas pra mim foi bem tranquilo e não senti nada alguém de uma pequena pressão. Já na ressonância, sempre falavam que só era chato o barulho e ter que ficar parada. Depois

17 de mai de 2013

Macarrão instantâneo orgânico

Pra quem está com pressa ou tem preguiça mesmo :). Uma opção com uma cara melhor que o miojo e sem o risco de ter "traços de crustáceos": Caseirito, da Mãe Terra. Encontrei nos 3 sabores: legumes, italiano e funghi. Até o momento falta experimentar o de legumes. Menos de R$ 3,00, rápido, diferente e mata a fome por ser integral.





14 de mai de 2013

Hot Dog

Pra quem deixou da carne, mas quer matar a saudade de um hot dog. A solução é a salsicha vegetal em lata da Superbom. Achei melhor que aquela salsicha da Sadia. Barata não é, dependendo do mercado que encontra varia de R$ 10,00 a R$ 13,00, mas às vezes a vontade é tanta que dá pra se dar esse luxo.



10 de mai de 2013

Lanche árabe

Eu ando muito comilona mesmo... rsrsrs Em Passo Fundo foi a vez de experimentar o Shawarma vegetariano do Laziz Awii. Custa R$ 7,00, é leve e no meu caso serviu pra enganar a fome apenas.


7 de mai de 2013

O picolé sabor mexicano

Conheci a Paleteria, picolé mexicanos artesanais, em Morretes, Paraná. Registrei, porque amei o picolé e acho que vale muito a pena experimentar. Fruta pura no palito! O que provei (foto abaixo) foi de morango e nozes. Tinha pedaços bem grandes de nozes como vocês podem ver na foto. A parte de morango dava pra sentir as sementinhas... Muito bom.#recomendo


7 de abr de 2013

#Dica Vegetariana 4: Bonna Panquecas

É, eu sei... O blog está que é só comida... hehehehe Só pra castigar e trabalhar meu lado comilona. Lua em Touro à toda. Em Curitiba, no Shopping Estação, provei a panqueca vegetariana da Bonna Panquecas. O preparo é super rápido, ideal pra quem está morrendo de fome e não quer esperar muito.




23 de mar de 2013

#Dica Vegetariana 3: Macaronni


Mais uma formação na capital e  à noite a fome bate. Opções é que não faltam, mas dessa vez o escolhido foi macarrão. No Shopping Total optei pelo Macaronni. A maioria das opções do cardápio sugere molhos com carne, com exceção da salada, mas como salada não me sustenta... Optei pelo número 13, Da casa, mas troquei o molho por funghi. Não lembro ao certo quanto paguei, mas acho que foi uns R$ 15,00.

21 de mar de 2013

#Dica Vegetariana 2: El milagro


Fui conhecer Punta del Este e na hora do almoço passei um pouco de trabalho, pois o Uruguai é um lugar famoso por suas carnes, e a maioria dos que ali estão querem muito experimentá-las. Depois de andar um bocado, estava quase desistindo e apelando pra umas "papas fritas" quando avistei "El milagro" :). Não esperem luxo, é um lugar bem simples. Mas fui bem atendida, o garçom prontamente sugeriu um prato quando disse que queria algo sem carne e foi rápido. E o melhor... barato, se tratando de Punta. O prato foi ravioli de legumes com molho de tomate, salsa e queijo. Uma porção satisfaz bem e custou 130 pesos uruguaios, algo em torno de R$ 13,00.

14 de fev de 2013

#Dica Vegetariana 1: Greek Donner



Tirei a foto sem grandes pretensões, mas daí veio a idéia de postar no blog como uma série de dicas pra quem não come carne. Então na estréia o donner vegetariano do Greek Donner, no shopping Iguatemi. A princípio parecia muito pra pouca fome, mas estava tão gostoso que foi todo :).  Aceitam cartão, é rápido e uma delícia. 

9 de out de 2012

TOC140

Como diria a música da Forfun: ♫ Alegria compartilhada é alegria redobrada♪. É por isso que venho aqui, quando já devia estar dormindo, pra compartilhar com vocês a minha mais recente alegria (mais uma que o twitter me dá). 

12 de ago de 2012

♪ Povo marcado... ♫

Vinte anos atrás num momento da minha vida, eu casei. Antes de uma década, separei. A lei da época já permitia não acrescentar o sobrenome do cônjuge, mas eu, muito bobinha, adicionei. Quando separei foi um parto tirar o dito nome. Averbei a separação e refiz meus documentos. E lá fui eu, com a certidão de casamento debaixo do braço, mostrar pra todo atendente de repartição pública meu erro. Tempos depois saiu o divórcio. Por

8 de jul de 2012

Qual selo você gostaria de ganhar? Fica ligado.


Diante das minhas experiências em viagens com transporte coletivo, presenciei toda sorte de situações (se é que se pode usar o termo sorte pra isso). Se fosse distribuir o selo "Que deselegante!" corria o risco de faltar... =) Depois de tanta falta de respeito, da ausência de noção e bom senso, e dos mais variados absurdos que presenciei, me atrevi a listar algumas normas de boa convivência. Fica a dica.

15 de mai de 2012

Perceber o outro


Algum tempo atrás presenciei uma cena que me perturbou. Eu passava apressada por uma das praças centrais da cidade quando algo se destacou no meio do movimento da rua. Era uma senhora de uns cinquenta anos talvez, sentada num banco da praça, fumando e chorando desesperadamente. Ela olhava pro nada e chorava. Chorava de tremer o corpo. Aquela cena me tocou. Tive vontade de me aproximar e perguntar se podia ajudar, mas não fiz. Pensei em fazer, mas não fiz pelo tempo que não tinha para ouvir naquele momento. Isso me doeu.