7 de set de 2011

Só enquanto eu respirar...

Dia 29 fiz anos e de presente me dei o show do grupo que mais gosto, O Teatro Mágico. Nem preciso dizer que adorei, amei, e não queria que aquele momento terminasse. Eu nem consigo lembrar direito como eu conheci a música deles, mas com certeza deve ter sido na grande nuvem.
Alguém deve ter compartilhado um link, aliás, é assim que o TM faz seu marketing. Eles têm a filosofia da música livre, não vendem sua música, vivem dos seus shows. Mas não importa muito como eles entraram na minha vida, “que o teu afeto me afetou é fato”.  O show teve cerca de 2 horas em que a trupe trouxe para o Opinião o mundo mágico de Oz, como o Anitelli costuma brincar, já que a banda é de Osasco, São Paulo. Além da boa música, teve malabares com fogo, palhaçadas e acrobacia em tecido e corda. Agora escrevo esse texto enquanto baixo o último CD da trupe. Só enquanto eu respirar vou me lembrar desse momento especial (Opinião, POA, Agosto, 2011).




“Os opostos se distraem, os dispostos se atraem.”
“Como arroz e feijão é feita de grão em grão nossa felicidade.”

Um comentário:

Raiane disse...

É... pelo visto vc gostou né Georgia, eu começei a gostar do Teatro Mágico pela participante do BBB a Ana Angélica que super indicou, são mt linda as músicas deles amooooo.