20 de ago de 2007

Rio Pardo também sabe fazer festa

Dia 12, foi o encerramento da Festa Portuguesa que acontece em Rio Pardo. Aproveitei e fui dar uma espiadinha básica. Tinha show de encerramento com o Tchê Guri, mas não assisti, pois ficaria tarde pra retornar pra Santa Cruz. Bom, a festa é uma delícia. Teve apresentações de grupos de dança portuguesa do município e muita comilança. Sonhos diversos... De doce de leite, baunilha, goiabada, até salgado. O tal cachorro quente português, que tem calabresa, pimentão, cebola e mais um monte de coisa dentro está ali, ali no páreo gastronômico, dividindo lugar com os sonhos. Descobri que não poderia dançar fado. Em quase toda coreografia, os braços dos bailarinos ficam na mesma posição que aquele comercial de desodorante que está passando na TV (hehe). E como tenho ombros fracos... “tô fora”. Tinha também uma feira de artesanato, muita gente curtindo a festa, aproveitando o sol, passeando e tomando chimarrão. A trilha sonora de tudo isso, é claro, era fado... (hehe). Era uma festa portuguesa com certeza... Aproveitei pra clicar um pouquinho da beleza dessa cidade história que é Rio Pardo e da alegria da festa, e abaixo mostro algumas das fotinhos.



O Feiap é show!

No dia 11 de agosto, fui com meus amigos Simone e Joelmo na Feiap. Essa foi a segunda edição da Feiap (Feira Internacional de Artes Populares), em Santa Cruz do Sul. Pena que talvez tenha sido a última, pois o evento não foi muito prestigiado. Não entendo o porquê. Se vocês tivessem a chance de ir num show onde poderia assistir grupos de dança de vários lugares do mundo, apreciar feira de artesanato dos países participantes, com praça de alimentação, tudo isso por míseros R$ 5,00 de entrada. O que fariam? Além de diversão, cultura e arte, para quem estuda outro idioma, foi uma ótima oportunidade de colocar seus conhecimentos à prova. Ano passado, os queridinhos do público foi o grupo da Ilha de Páscoa com seu ritmo primitivo e dançarinos sarados semi-nus. Este ano os escolhidos foram os das Ilhas Cook. O ritmo é bem parecido, o pessoal daqui parece gostar das danças exóticas... (hehe). Adorei o show de dança do grupo polonês, mas meu queixo caiu quando assisti o grupo de adolescentes canadenses sapateando e pulando corda ao mesmo tempo. É costume, que após as apresentações, tenha uma festa no pavilhão central, e cada dia a responsabilidade da animação é de um país participante. Nesse dia, a festa era dos argentinos. Pude matar um pouquinho da saudade de ouvir e dançar música latina. Os argentinos aproveitaram para ensinar passos básicos de tango pra galera. Hum, também provei a bebida típica, sangria... Que negócio que pega rápido! Também foi divertido ver alemães dançando "la cumbia" igual a bandinha (haha) Se dermos a sorte de ter uma terceira edição, aproveitem e venham ver de perto.


6 de ago de 2007

Rota dos Vinhos

No sábado fiz a aventura da Rota dos Vinhos. Gente, o passeio é muito legal. Recomendo. Pena que o dia estava tão cinza. Saímos de Bento Gonçalves após degustar um vinhozinho na estação de trem, claro. Fizemos uma parada em Garibaldi onde degustamos um pouco de espumante e suco de uva. Muito bom... Depois de uma hora e meia chegamos a Carlos Barbosa. Durante a viagem teve algumas apresentações que alegraram a viagem. Uma pequena encenação humorística de um casal italiano brigando por ciúmes e arrancou muitas risadas do grupo. Um grupo que cantou e tocou músicas gaúchas e animou a galera. E um coral com músicas típicas italianas que tirou o pessoal pra dançar... A viagem para alguns tinha um gostinho saudosista, enquanto para outros foi uma grande novidade. Eu me enquadrei no primeiro grupo, é claro (hahaha). Nessas ocasiões é que a gente se dá conta que o tempo passou, e tem uma geração que não viveu coisas tão gostosas como uma simples viagem de trem. Foi lindo passar e ver as casas, as roupas na cerca, as hortinhas, o pessoal acenando para o trem... Ai, ai... Passar pelo vagão restaurante... Ouvir o apito do trem. Depois, hora do almoço. Local? Restaurante Botafogo, em Bento Gonçalves. Nossa, o restaurante era show. Comi muuuito. Tava uma delícia. Próxima parada: visitação à Vinícola Aurora. Mais degustação... hehehe. Depois, Vinícola Salton. E pra variar um pouco, mais degustação... hehehe. Não entendo nada de vinhos, mas me encanta o processo. Acho romântico... o preparo, a espera... Admiro quem entende, e sabe identificar os vários sabores, mas por enquanto eu sou só uma observadora. Recomendo dois filmes que assisti e me fez pensar mais sobre o assunto: Um bom ano e Sideways – Entre umas e outras. Bem... e como agora ando sempre munida de minha máquina fotográfica (hehe), abaixo tem um slide com algumas fotos do passeio.
Quem se interessar em saber mais sobre o passeio pode acessar os links:
Ah, pra fechar o passeio passamos num shopping em Farroupilha, mas eu não comprei nada. Quem quiser dar uma espiadinha básica: http://www.centrodecomprasfarroupilha.com.br/



3 de ago de 2007

Inventando moda

Glitter Maker

Fazendo experiências com um glitter maker.

A mulher de 30 - Arnaldo Jabor

A medida que envelheço e convivo com outras, valorizo mais ainda as mulheres que estão acima dos 30.
Elas não se importam com o que você pensa, mas se dispõem de coração se você tiver a intenção de conversar.
Se ela não quer assistir ao jogo de futebol na tv, não fica à sua volta resmungando, pirraçando... vai fazer alguma coisa que queira fazer...
E geralmente é alguma coisa bem mais interessante.
Ela se conhece o suficiente para saber quem é, o que quer e quem quer.
Elas definitivamente não ficam com quem não confiam.
Mulheres se tornam psicanalistas quando envelhecem.
Você nunca precisa confessar seus pecados... elas sempre sabem...
Ficam lindas quando usam batom vermelho.
O mesmo não acontece com mulheres mais jovens... Por que será, heim??
Mulheres mais velhas são diretas e honestas.
Elas te dirão na cara se você for um idiota, caso esteja agindo como um!
Você nunca precisa se preocupar onde se encaixa na vida dela.
Basta agir como homem e o resto deixe que ela faça...
Sim, nós admiramos as mulheres com mais de 30 anos!
Infelizmente isto não é recíproco, pois para cada mulher com mais de 30 anos, estonteante, bonita, bem apanhada, sexy, e bem resolvida, existe um homem com mais de 30, careca, pançudo em bermudões amarelos, bancando o bobo para uma garota de 19 anos...
Senhoras, eu peço desculpas por eles: não sabem o que fazem!
Para todos os homens que dizem: "Porque comprar a vaca, se você pode beber o leite de graça?" Aqui está a novidade para vocês: hoje em dia 80% das mulheres são contra o casamento e sabem por quê? Porque "as mulheres perceberam que não vale a pena comprar um porco inteiro só para ter uma lingüiça!".
Nada mais justo!

#############################
Recebi por e-mail e adorei (hehehe), pois como sabem já passei das 3 décadas (hahahaha).