4 de jul de 2007

Adoro gatos...

No Egito, o gato foi venerado como um animal delicado e útil, era o favorito da deusa Bastet (deusa egípcia com cabeça de gato e corpo humano) - a protetora dos lares, das mães e das crianças.
No Antigo Egito, o gato doméstico, trazido do sul ou do oeste por volta do ano de 2.100 a.C., é considerado um ser divino, de tal ordem que, se um deles morrer de morte natural, as pessoas da casa raspam as sobrancelhas em sinal de luto.
O gato é um símbolo que assumiu múltiplos significados entre as diferentes civilizações, na simbologia. Segundo uma tradição celta, ele teria nove vidas. Posteriormente, durante a Idade Média, o gato passou a ter apenas sete vidas. Animal misterioso associado aos poderes da lua, ao mundo da magia e às bruxas, os machos pretos eram a personificação do diabo.
Na Cabala e no budismo o gato representa a sabedoria, a prudência e a vivacidade. A tradição popular japonesa aponta-o como um animal que atrai má sorte.
Apesar de tudo isso, ou sei lá, talvez por isso tudo e mais um pouco... ADORO GATOS!!!! Os gatos andam nas pontas dos dedos. Os gatos são muito limpos e passam cerca de 30% de sua vida se limpando. Isaac Newton, Chopin, Buddha, Julio Verne, Monet, Renoir adoravam gatos também. Para os que como eu admiram esses bichanos, fiz o slide abaixo.

Nenhum comentário: