9 de out de 2012

TOC140

Como diria a música da Forfun: ♫ Alegria compartilhada é alegria redobrada♪. É por isso que venho aqui, quando já devia estar dormindo, pra compartilhar com vocês a minha mais recente alegria (mais uma que o twitter me dá). 

12 de ago de 2012

♪ Povo marcado... ♫

Vinte anos atrás num momento da minha vida, eu casei. Antes de uma década, separei. A lei da época já permitia não acrescentar o sobrenome do cônjuge, mas eu, muito bobinha, adicionei. Quando separei foi um parto tirar o dito nome. Averbei a separação e refiz meus documentos. E lá fui eu, com a certidão de casamento debaixo do braço, mostrar pra todo atendente de repartição pública meu erro. Tempos depois saiu o divórcio. Por

8 de jul de 2012

Qual selo você gostaria de ganhar? Fica ligado.


Diante das minhas experiências em viagens com transporte coletivo, presenciei toda sorte de situações (se é que se pode usar o termo sorte pra isso). Se fosse distribuir o selo "Que deselegante!" corria o risco de faltar... =) Depois de tanta falta de respeito, da ausência de noção e bom senso, e dos mais variados absurdos que presenciei, me atrevi a listar algumas normas de boa convivência. Fica a dica.

15 de mai de 2012

Perceber o outro


Algum tempo atrás presenciei uma cena que me perturbou. Eu passava apressada por uma das praças centrais da cidade quando algo se destacou no meio do movimento da rua. Era uma senhora de uns cinquenta anos talvez, sentada num banco da praça, fumando e chorando desesperadamente. Ela olhava pro nada e chorava. Chorava de tremer o corpo. Aquela cena me tocou. Tive vontade de me aproximar e perguntar se podia ajudar, mas não fiz. Pensei em fazer, mas não fiz pelo tempo que não tinha para ouvir naquele momento. Isso me doeu.

30 de mar de 2012

Vivendo e aprendendo com o estilo Denorex


A gente se engana tanto... A gente acha que é azul e é verde. Acha que serve e descobre que tem que ser um número maior. Pede o cardápio e a fome passa. Compra o livro e é chato. Escolhe o vinho e dá ressaca. Lê a crítica do filme e é um tédio. Parece gripe, mas é renite. Parece perfeita e é

1 de mar de 2012

Quem ama não mata!*


Sabe o que me deixa bastante incomodada? Que apesar de toda a dita evolução da humanidade, todo o progresso tecnológico, toda a falada mudança de valores, liberdade e qualquer outra conversa semelhante que ouvimos por aí, algumas coisas simplesmente não mudam. Em pleno século XXI ainda nos deparamos com os ditos “casos passionais” estampados em páginas policiais. É triste. É revoltante. Nem vou entrar no mérito dos motivos. Nada justifica. O Dia Internacional da Mulher está aí, batendo na porta, e me pergunto até quando nós vamos sofrer violência?

11 de fev de 2012

Apenas o necessário 2

Depois de meses de espera finalmente saiu o e-book "Apenas o necessário 2", uma iniciativa da Editora Novitas. A exemplo do primeiro, a seleção dos participantes ocorreu através do Twitter. Cada candidato tinha que tuitar 5 frases sobre qualquer tema. Para minha alegria fui selecionada pela segunda vez, pois participei da primeira edição (2010). Estou na página 21. Clique na imagem abaixo e será direcionado para o Calaméo, um dos sites em que o livro está disponível e que gosto muito.



 PS: A Editora Novitas também tem uma revista bimestral que é ótima. Quem tiver interesse acesse o site da editora e solicite a assinatura.


26 de jan de 2012

Companheiros de viagem - Parte 4: CFA

Caio Fernando Abreu é outro autor que eu só conhecia partes de textos. Decidi estreitar nossos laços nessas férias. Escolhi Ovo Apunhalado, um livro de contos lançado quando eu tinha 3 anos =). Eu adorei o livro. 
 

25 de jan de 2012

Companheiros de viagem - Parte 3: o anjo poeta

E quem me fez companhia nos dias de chuva foi o poeta que mais adoro: Mario Quintana. Escolhi Espelho Mágico para embarcar comigo. Espelho Mágico é uma seleção de epigramas, a edição que li é uma reimpressão em comemoração ao seu centário que foi em 2006.


24 de jan de 2012

Companheiros de Viagem - Parte 2: quando estou pra poemas...

Quem também foi na mala de viagem foi a agudense Daniela Damaris, poetisa por condição, já que ela mesma diz que poesia não é escolha. Conheci pessoalmente e é uma daquelas pessoas que gostamos de graça. Até o momento era de graça, agora tem motivo: adorei a poesia dela. Essa escorpiana escreve de forma intensa como não poderia deixar de ser para uma legítima representante desse signo. O livro escolhido foi Cais de Cítara. 



23 de jan de 2012

11 de jan de 2012

Os segredos do quiabo

Eu gosto de quiabo, mas nunca tinha me aventurado a fazer. Hoje, no meu "momento Maria", decidi que ia ter quiabo no almoço, e com o auxílio do vídeo do Paulo Maurício, de Recife, consegui sucesso.Vejam como é fácil fazer um quiabo sem a baba que muitos acham nojenta.

9 de jan de 2012

E deu pano pra manga...

Através do Renato de Mattos Motta, poeta de Pelotas, que conheci no Encontro do Leituras de Mundo, conheci também, o grupo Confraria da Poesia Informal que existe no Facebook. Depois de dar algumas espiadas, decidi postar alguma coisa minha lá pra ver no que dava (afinal tô de férias!). Elegi um tweet de meses atrás só pra sentir o clima. E não é que o tal deu o que falar... ops... digo, o que escrever... Uma simples e inocente renda... rsrsrs... Comentários mil, que acabou em desafio e foi parar no blog da Confraria. Confiram no link abaixo o resultado no blog e pra quem tiver Facebook está convidado a conferir o grupo.

2 de jan de 2012

A dor e a delícia


A frase que mais ouço de bocas distintas é: “O que tiver que ser, será”. Eu sei disso, mas mesmo assim desperdiço uma quantidade enorme de energia tentando prever a parte do “será”. Talvez apego, talvez necessidade de controle. Não sei.