8 de mar de 2011

O topo sim, porque não? Pão, paz e amor...

Dia 8 de março é comemorado o Dia Internacional da Mulher. Poucos lembram que nessa data uma centena de mulheres morreu num incêndio lutando por melhores condições de trabalho. Pouco lembram que mulheres são todos os dias violentadas moralmente, psicológicamente, sexualmente. Para muitos é apenas mais uma data comercial; e outra parte, ativista ou não, procura exaltar a figura feminina. Enquanto colhia frutas com um amigo no pomar da propriedade da família dele, conversávamos e comentava que havia lembrado de um
texto que comparava mulheres com maçãs. Antes que alguém pense nessa idéia chula que tem por aí de mulheres frutas e que em nada valoriza a figura feminina,  me refiro a um texto que circula pela Internet que diz ser de autoria de Machado de Assis, mas eu não tenho certeza diante de tanta crédito equivocado que vemos por aí. Então eu explicava a ele que o texto dizia que as melhores estavam no topo e só os homens que mereciam é que conseguiam alcançá-las. Meu amigo então me perguntou se concordava com isso, e desenvolveu a tese de que achava mais lucrativo ser as do meio que ficam ao alcance da mão. Explicou que comparando com a realidade que estávamos vivendo as do topo só seriam colhidas pelo pai dele que era o que subia na escada =). No momento a tese me pareceu ter sentido, mas depois refleti melhor. Então concluí que se fazemos por merecer o topo, porque devemos nos rebaixar e ficar ao alcance da mão? A meu ver o texto é também sobre o tipo de homem que faz a colheita, e é por isso que prefiro o topo. O homem que chega no topo da árvore é o tipo de homem que não mede esforços, ele quer o topo porque quer o melhor, porque geralmente procuramos o que está no mesmo nível de evolução. O que está ao alcance da mão é o padrão, o comum, a média e não exige esforço. Que gosto tem essa conquista se não exigiu muito empenho? Se a mulher está no topo, porque tem se colocar "à mão"? O homem tem que se esforçar pra evoluir e merecer as do topo. Observando relações vemos muitos tipos de homens: os que se acham a última bolachinha recheada do pacote, os que não se comprometem com nada, os que mentem, os desleais, os medrosos, os que precisam desvalorizar a mulher pra se sentir melhor, etc. Tudo bem... Talvez eu tenha exagerado e citado só a ralé rsrsrs. Mas ainda acho que é melhor estar no topo, pois o homem que deixa o medo de lado, que se arrisca, que sobe na escada e se esforça pela colheita é o tipo que as que estão no topo merecem. Essa mulher que está no topo é a guerreira, independente, companheira, que luta por seus direitos e que procura alguém pra compartilhar a vida (não que seja necessário). Então acho que meu amigo tem que rever a tese dele... rsrsrs. Pensando bem a tese do meu amigo não é colocada em prática nem mesmo na propriedade dele... Explico: é que a maioria das frutas que estão ao alcance da mão tem a média de tamanho para venda e as frutas maiores eles separam para consumo da família =), ou seja eles brindam o trabalho e o esforço deles com as melhores e maiores frutas. Desejo a todas as mulheres maçãs que nunca nos falte pão, paz e amor, pois o topo às vezes pode ser solitário, mas a vista é bonita e o canto dos passarinhos é encantador. Feliz Dia da Mulher!!!

PS = Não é porque o “tal” não apareceu que vamos deixar de nos divertir com os outros... Sem radicalismos, hein! hehehehe E homens, se esforcem pra não ficarem pra trás e comer poeira...


 Aqui o texto que fiz referência:
"Mulheres são como maçãs em árvores.
As melhores estão no topo.
Os homens não querem alcançar essas boas, porque eles têm medo de cair e se machucar. Preferem pegar as maçãs podres que ficam no chão,
que não são boas como as do topo,
mas são fáceis de se conseguir.

Assim as maçãs no topo pensam que algo está errado com elas,
quando na verdade, eles estão errados...

Elas têm que esperar um pouco para o homem certo chegar,
aquele que é valente o bastante para escalar até o topo da árvore."
(Machado de Assis)

3 comentários:

Thalita Clemente disse...

Bela tese... compartilho do seu pensamento.

=)

Carla disse...

Concordo que estar no topo é melhor do que ao alcance da mão. Também acredito que só se esforça pra alcançar o topo o homem que também estiver no topo de sua árvore. Esse sabe o que significa estar acima da média e quer o melhor pra ele também ;-)

Isidro disse...

Devemos sempre buscar a estrela mais alta, foi o que disse alguém muito sábio um dia... Busquemos o que há de melhor... Sábias palavras...