20 de nov de 2011

A quem se sentir citado... Eu agradeço...

Às vezes estamos tão envolvidos na correria do dia-a-dia que não percebemos os presentes de Deus. Por isso, hoje eu quero dedicar essa postagem para agradecer tudo que a espiritualidade tem me proporcionado. Agradeço imensamente todos os dias de sol que vieram me alegrar, fizeram desentocar e observar as flores. Agradeço todos os dias de chuva que me permitiram sentir o cheiro de terra molhada, comer os bolinhos de chuva que a minha “avó de cima” fazia, as brincadeiras na chuva na infância e os banhos de chuva que tomei. Agradeço pela boa saúde que tenho que me permitiu

11 de nov de 2011

Curso de Tecnologias de Informação e Comunicação Acessíveis

Em agosto me inscrevi no curso de Tecnologias de Informação e Comunicação Acessíveis oferecido na modalidade à distância pela UFRGS. Infelizmente por não ser da área, nem ter alunos estou enfrentando dificuldades na realização das atividades que precisam de aplicação prática. Mas qual a minha surpresa e alegria quando em uma atividade a tarefa era a criação de um blog... Resolvi utilizar esse que é o meu xodó, pois os outros estão meio de lado.

14 de set de 2011

Abre as janelas do meu peito...

♪ Quando entrar setembro e a boa nova andar nos campos... ♪ 
O primeiro final de semana de setembro foi de sol e eu fui tirar o mofo dando uma banda na Feira do Livro e na Exposição de Orquídeas que tem todos os anos na Praça Getúlio Vargas e no Parque da Oktoberfest, respectivamente.

7 de set de 2011

Só enquanto eu respirar...

Dia 29 fiz anos e de presente me dei o show do grupo que mais gosto, O Teatro Mágico. Nem preciso dizer que adorei, amei, e não queria que aquele momento terminasse. Eu nem consigo lembrar direito como eu conheci a música deles, mas com certeza deve ter sido na grande nuvem.

28 de ago de 2011

Anjos Urbanos

No início do mês tive a honra de ir ao coquetel de lançamento da exposição "Anjos Urbanos" do meu grande amigo Joe Nunes. Para quem quiser conferir ela fica no Centro de Cultura Jornalista Francisco José Frantz até o final do mês, mas quem não conseguir visitar esse mês ainda, terá oportunidade em setembro na Unisc. São 12 telas em pequenos formatos em tons de cinza e pintadas à óleo. Abaixo compartilho um pouco da história do "Anjo Urbano", contada pelo próprio autor e algumas fotos das telas que estão disponíveis para aquisição.

22 de jul de 2011

LFV e Martha Medeiros----> #adoro

Ando desleixada com esse espaço... Ok, eu sei... E aceito alguma reclamação que por ventura possa vir de boca fechada. Esse texto é para simplesmente deixar registrado nos autos desse blog dois momentos super especiais que vivi na área da literatura. Um em 2006 quando a Martha Medeiros esteve em Santa Cruz do Sul para uma entrevista e interação com o público; e outro recentemente em 1º de julho, em Rio Pardo,

28 de jun de 2011

Brincando de fazer arte...

Participei de uma oficina de “Estudos Poiéticos” (ênfase em pintura), ministrada pela professora Sandra Richter, na Unisc. Foram quatro encontros com o tema “árvore”. Momentos em que voltamos à infância, treinamos novas formas de olhar, de ler e criar uma realidade. A pintura como arte lúdica. O pintar só pelo prazer de pintar, e descobrir o traçado, a cor e se descobrir. Brincamos de criar imagens a partir de um borrão de tinta, trabalhar a materialidade e se expor numa folha em branco. Isso causou certo temor de início, mas depois me deixei levar e achei uma delícia trabalhar com os pastéis e com a tinta... Embarcamos

23 de mai de 2011

MEC, a bola da vez

Criar polêmica está na moda e a “bola da vez” é o MEC. Um tempo atrás, o assunto era os vídeos para a campanha contra a homofobia nas escolas; e agora é um livro didático editado por uma ONG e distribuído às escolas.

7 de mai de 2011

Viajando e fazendo o que dá na telha

Sabe qual é a melhor coisa da independência? Colocar meia dúzia de trapos numa mochila quando der na telha e pegar a estrada. Livre, leve e solta, sem precisar fazer grandes programações ou consultas. Bom, pelo menos pra mim essa é uma das principais, junto com escutar as músicas que eu gosto, comprar e cozinhar o que gosto e ficar de pijama o dia inteiro se der vontade. Eu poder decidir onde vou, quando e como. é ótimo. O contrário é a maior dificuldade em relacionamentos em geral, pois ter que chegar num acordo com uma segunda parte é complicado, e abrir mão de alguma coisa que se quer depois de ter o foco só na nossa vontade também.  Egoismo assumido (hehehe). Democracia não é algo fácil de se fazer =), mas também abrir mão de algo por outra pessoa pode ser bom e um grande aprendizado. Mas enquanto isso não é necessário, vou fazendo a minha vontade, e curtindo esses momentos. E é por isso que dormi num estado e acordei em outro... =) Feliz de quem pode.

8 de mar de 2011

O topo sim, porque não? Pão, paz e amor...

Dia 8 de março é comemorado o Dia Internacional da Mulher. Poucos lembram que nessa data uma centena de mulheres morreu num incêndio lutando por melhores condições de trabalho. Pouco lembram que mulheres são todos os dias violentadas moralmente, psicológicamente, sexualmente. Para muitos é apenas mais uma data comercial; e outra parte, ativista ou não, procura exaltar a figura feminina. Enquanto colhia frutas com um amigo no pomar da propriedade da família dele, conversávamos e comentava que havia lembrado de um

6 de mar de 2011

As férias da tiazinha... =)

Passei minhas férias na terrinha junto da família. Entre filmes, vadiagem, comprinhas, conversas e visitas aos parentes e amigos aguardava o ápice das férias, o nascimento do meu primeiro sobrinho. Já escrevi aqui sobre a alegria de ser dinda (de um Rafael). Agora comecei a viver outro papel, o de tia. A culpa é do meu irmão e da minha cunhada :). O Rafael (sim, mas um Rafael na minha vida) é a coisa mais fofinha... Chegou dia 1º de março, às 11:12 com 49 cm e 2,970kg. Até o momento ele está muito calminho, mas se puxar ao pai logo, logo

30 de jan de 2011

Tangos, tragédias e um fora de 1 bilhão de dólares

Assisti ao espetáculo Tangos & Tragédias que apesar de estar há mais de 20 anos em cartaz eu nunca tinha visto. Finalmente conheci o Maestro Plestkaya (Nico Nicolaiewsky) e o violinista Kraunus Sang (Hique Gomez) que nasceram na Sbórnia (Bah!). O espetáculo garante boas risadas e recomendo como medicação contra o estresse. Foi divertido ouvir sucessos do espetáculo como Ana Cristina e conhecer a dança do Copérnico... Não é a toa