31 de jan de 2010

Refletindo 2009

Olá... “Tô de volta”, como diria meu amigo Mano Lima =), depois de toda confusão de final de ano, férias e finalmente livre (em partes) do curso Mídias na Educação. Retorno pra finalmente fazer minha reflexão do ano que findou, como de praxe. Antes tarde do que nunca, né?
No balancete de 2009, saldo equilibrado. Entre perdas, mortos e feridos, me salvei. Vejo assim, porque procuro sempre ser otimista. Procuro, nem sempre consigo.

No ano de 2009 tive algumas “perdas” que me sacudiram um pouco: separações de pessoas, situações, lugares, etc. de que/quem eu gosto. Uma parceira de trabalho não está mais tão presente no meu dia-a-dia; uma parceira de busca espiritual e amiga se mudou pra terra dos candangos; me afastei da yoga para me dedicar à especialização; tive um afastamento temporário do meu ambiente de trabalho e o coração aprontou das suas também. Mas... Nada que não se aprenda a conviver.
Por outro lado tive grandes ganhos: muito trabalho, seminários, viagens, amigos novos, terapia, arte e poesia, um primo a mais e um afilhado.
Maior decepção de 2009: o curso de Mídias na Educação da UFSM. Coloquei grande expectativa, baseada nos outros anos e até deixei algumas atividades pra poder me dedicar mais, mas não houve o mesmo empenho do outro lado. O módulo encerrou dia 30 deste mês e ainda não tenho nota de atividades que fiz lá em outubro. Sem falar da falta de interação por parte dos professores e da tutora. Esperava bem mais de uma universidade federal. EAD sem interação é muuuito complicado. Destaque pra parceria que nasceu com as amigas e colegas Roseli e Adriana. “Gurias de Santa Cruz”, vocês são 10!
Maior surpresa de 2009: o Twitter. Entrei meio naquela de só ver como é, e adorei. Fui num encontro de tuiteiros em Porto Alegre e fiz amigos incríveis. Um espaço tri legal, que pretendo explorar mais ainda.
Maior honra de 2009: ser dinda. Em 2009 nasceu meu afilhado, Rafael, o primogênito dos meus amigos Luciana e Renato. Mesmo longe, adorei o cargo de Dinda.
Momento espiritual 2009: o Templo Budista de Três Coroas. Lugar lindo. Sem palavras.
Desafios 2009: curso de teatro, terapia e poesia. Duas escolhas que me deram muito prazer: teatro e terapia. Pra variar, considero que fiz amigos também. Mania de colecionar pessoas (no bom sentido). A poesia, eu resolvi assumir na minha vida. Começou em 2006, mas eu resistia em assumir como meu. Agora cedi. Por incentivo do amigo, colega, poeta, blogueiro e tuiteiro Zé Roig, estou planejando publicar na Internet minhas aventuras no mundo dos versos. E ainda continuo me perdendo entre versos de Clarice, Cecília, Mario, Pessoa, Drummond, e agora com mais o reforço dos tuiteiros poetas.
Como sempre assisti vários filmes e ouvi muuuuita música. Amo isso cada dia mais. Senti falta de dançar...
Pra encerrar 2009 com chave de ouro entrei pro Clube do Fotógrafo de Santa Cruz do Sul. Pois é, agora não sou mais uma louca solitária procurando o melhor ângulo de uma paisagem e atraindo olhares pelos lugares que são alvo do meu flash. É um grupo pequeno ainda, iniciante, mas com vontade. Consegui ir só em um encontro por enquanto, mas espero ansiosa pelo próximo. Conheci pessoas muito legais e reencontrei outras.
Como é bom conhecer gente de coração aberto! E por falar em coração, o meu vai bem, obrigada. Estou abrindo pras coisas boas da vida. Descobrindo e redescobrindo a energia boa que ronda os animais, as crianças, a natureza e as pessoas que me querem bem.
Com tudo isso, e novas idéias doidas girando nessa cabeça que carrego acima desse pescoço dolorido pelas horas na frente do micro, 2010 promete. Me aguardem... ;-)

3 comentários:

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

...traigo
sangre
de
la
tarde
herida
en
la
mano
y
una
vela
de
mi
corazón
para
invitarte
y
darte
este
alma
que
viene
para
compartir
contigo
tu
bello
blog
con
un
ramillete
de
oro
y
claveles
dentro...


desde mis
HORAS ROTAS
Y AULA DE PAZ


TE SIGO TU BLOG




CON saludos de la luna al
reflejarse en el mar de la
poesía...


AFECTUOSAMENTE:
INFINITO PARTICULAR


ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE CABALLO, LA CONQUISTA DE AMERICA CRISOL Y EL DE CREPUSCULO.

José
ramón...

artur salgado disse...

a menina Stella gaúcha dos quatro costados tem cara de minina morenita.
Mais parece uma portuguesinha transmontana ou alentejana.
Escreve bem e tem boa vontade de partilhar e de ensaiar suas crónicas.
Penso ser de uma sensibilidade cosmopolita capaz de ajudar a revolucionar o mundo..
Mas.. depois seu coração sensivel e de uma frescura matinal prefere desabafar e arranjar solidariedades capazes de contribuirem para mais e melhor harmonia social.

Stella disse...

Resposta:
* Olá, Jose. Adorei o poema sim... Foi de meu agrado (hehe). Saudações da lua aceitas. Volte sempre. Abraço.

* Olá, Artur. Obrigada pelos elogios. Adorei a expressão "coração sensível e de frescura matinal". Compartilhar é a palavra. De que vale guardar as experiências só pra nós? Abraço.