31 de dez de 2007

Retrospectiva 2007

Bom... O ano finda e como de costume é chegada hora de fazer o balanço. Iniciei o ano com férias em Floripa, curti o mar e conheci a cidadezinha de Rodeio e Blumenau. Comecei o curso de instrutor de yoga. Muito bom. Ainda não me sinto preparada para a missão (hehe), mas tenho aprendido bastante e desfrutado da companhia dos colegas. Em março iniciei minhas atividades de sempre, dentre elas um curso básico de alemão. Tentativa frustrada, mas experiência interessante. Em abril participei do Congresso do CPERS em Porto Alegre e foi muito bom. Também comecei a trabalhar no NTE, o que foi melhor ainda. Mudança de ares total. Outro ambiente, outras colegas, outra rotina. Em maio iniciei minha jornada de “blogueira” (hehehe) e a partir daqui talvez não tenha muitas novidades, pois relatei, aqui, muitos dos meus momentos especiais. Em julho, uma experiência maravilhosa e de outro mundo, foi a visita ao Ashram n.º 13, inclusive relatei aqui. E eu que tinha ido em Brasília em 2005 e não pensava voltar, voltei pra um segundo reconhecimento (hehehe). Em agosto, fiquei mais velha, desisti do alemão e encarei o espanhol. A familiaridade com o idioma ajudou. Fui na Feiap e fiz a Rota dos Vinhos também. Em setembro andei pelas bandas de Caxias. Em outubro iniciei o curso Mídias na Educação, conheci a cidade de São João do Polêsine e fugi da Oktober (hehe). Onde me escondi? Livramento. Novembro: quase enlouqueci com tanto texto pra ler e tarefas pra fazer. Assisti ao show do Kleiton e Kledir, experiência que também relatei aqui. Um amigo muito, muito especial foi pra outro plano... Mas sei que nossa amizade ultrapassa essas fronteiras. Dezembro: tarefas mil num mês tão curto... Fiz algumas “visitas de médico” (exigência do trabalho) em Vera Cruz, Rio Pardo, Sinimbu, Herveiras e Vale do Sol. E depois dizem que fevereiro é o mês mais curto. Que nada, pra mim é dezembro.
No mais conheci pessoas e lugares, fiz novos amigos e outros simplesmente passaram. Torci e me emocionei com os atletas do Pan e da Paraolimpíada. Assisti filmes que gostei muito como: Quem somos nós (somos o que pensamos e não só o que comemos hehe), Obrigado por fumar (um conflito ético interessante), Uma verdade inconveniente (um alerta sobre o meio ambiente), e Tropa de Elite (osso duro de roer, pega um, pega geral, também vai pegar você... hehe). Das poucas coisas que vi na TV me emocionei e aprendi também. Como o caso da moça que sobreviveu depois de ter o carro prensado contra um ônibus e um caminhão em Campinas e a tragédia em Congonhas. Aprendi que cada um tem sua hora. A TV também extraiu boas risadas. Com as trapalhadas da Bebel da Paraíso Tropical; com a Casseta e Planeta e as cenas impagáveis imitando as novelas; com as confusões da Grande Família e as tiradas da empregada de Pato Branco do Toma lá dá cá. No campo musical não consegui resistir ao embalo do Akon e Fergie, mas gosto mesmo do nacional, então ouvi mesmo foi Ivete, Ana Carolina, Babado Novo, Grupo Revelação e cantei muito o som "Boa Sorte" da Vanessa da Mata.
Bom, afinal meu ano não foi tão mal assim. Entre mortos e feridos salvaram-se todos (hehehe). Revi conceitos e tive alguns “clicks” em relação a coisas da vida. Vivendo e aprendendo. Espero que 2008 seja melhor ainda, pra mim e pra vocês! Felicidade, amor, paz... Muito dinheiro no bolso, saúde pra dar e vender... (hehehe) Bjs e até 2008!


Nenhum comentário: