12 de out de 2007

Renato Russo me faz falta

Há quem não goste, como por exemplo o meu amigo Joe (hehe). Mas eu adoro. Hoje resolvi falar de Renato Russo, porque fez 11 anos, ontem, que ele se foi para outro plano. Ficaram suas músicas e a saudade. Renato, assim como Cazuza, marcou minha juventude. Dois ídolos com um perfil pra lá de maluco (hehe). Talvez por isso eu seja assim, meio “maluquete”. Dois poetas. Duas pessoas com reações diferentes frente a mesma adversidade. Renato representou uma juventude. Sabia como ninguém ser porta voz do jovem daquela época. Rebelde, mas sensível. Indignado com a situação do país. Atormentado pelas paixões, dúvidas e conflitos.
Faço minha singela homenagem a esse que foi trilha sonora da minha adolescência. E apesar de ter saído da adolescência há alguns anos, ainda consigo me ver em muitas de suas músicas. O rock brasileiro, a meu ver, não tem mais porta voz assim. Alguém tem um nome para sugerir? Sou toda ouvidos (hehe).
A música preferida do Renato era Giz, mas abaixo eu coloquei o clipe de Perfeição, outro grande sucesso da Legião.

Nenhum comentário: