12 de out de 2007

Renato Russo me faz falta

Há quem não goste, como por exemplo o meu amigo Joe (hehe). Mas eu adoro. Hoje resolvi falar de Renato Russo, porque fez 11 anos, ontem, que ele se foi para outro plano. Ficaram suas músicas e a saudade. Renato, assim como Cazuza, marcou minha juventude. Dois ídolos com um perfil pra lá de maluco (hehe). Talvez por isso eu seja assim, meio “maluquete”. Dois poetas. Duas pessoas com reações diferentes frente a mesma adversidade. Renato representou uma juventude. Sabia como ninguém ser porta voz do jovem daquela época. Rebelde, mas sensível. Indignado com a situação do país. Atormentado pelas paixões, dúvidas e conflitos.
Faço minha singela homenagem a esse que foi trilha sonora da minha adolescência. E apesar de ter saído da adolescência há alguns anos, ainda consigo me ver em muitas de suas músicas. O rock brasileiro, a meu ver, não tem mais porta voz assim. Alguém tem um nome para sugerir? Sou toda ouvidos (hehe).
A música preferida do Renato era Giz, mas abaixo eu coloquei o clipe de Perfeição, outro grande sucesso da Legião.

6 de out de 2007

Finalmente... O dia tão esperado...

Bom, depois de 5 anos e muuuita história pra contar, o grande dia chegou. Aconteceu ontem, no Clube Comercial, em Sant'Ana do Livramento, a formatura da primeira turma da UERGS. A turma de Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia, curso carinhosamente apelidado de Biobio, contou com 4 formandos. Bruno Bermann, José Caresani, Tisha Bordón e Vanusa dos Santos. Eu participei do início da unidade de Livramento, como Agente Técnico Administrativo. Nome pomposo para dizer que fazia o serviço de secretaria. Foram dois anos de grande aprendizado, que serviram pra abrir a minha cabeça e ver as coisas de outra perspectiva. A primeira turma tinha 25 alunos. Alguns ficaram pelo caminho por diversas razões, outros ainda continuam. Quatro chegaram ao final da caminhada, ilesos, se assim pode-se dizer (hehe). Foram mais de 80 disciplinas e mais de 4.000 horas aula, como bem lembrou a oradora da turma. A experiência que vivemos, ajudando a construir uma universidade, é história pra contar pros nossos netos daqui há alguns anos. Tudo era novo. Poucos alunos. Poucos professores. Muita vontade de que tudo desse certo. Todos ajudavam. Todos estavam empenhados num mesmo ideal. Ajudamos a montar os móveis, instalar computadores, confeccionar quadro pra sala de aula, entre tantas coisas. Boas lembranças também dos almoços colaborativos, dos chimas, dos happy hours após o expediente. Tentei manter contato com essas criaturinhas durante todo o curso, pois depois de tudo que vivemos, criamos laços fortes. A cada superação deles, eu vibrava. Isso porque acompanhei de perto todo o esforço deles. Foi com grande alegria que recebi o convite para ser uma das funcionárias homenageadas por eles. E supresa, quando a Tisha em nome da turma, fez seu agradecimento público, lembrando dos tempos em que tu começou, não segurei e chorei. Meu choro não foi de tristeza, foi de alegria, de emoção. Foi de felicidade por ter tido a oportunidade de ver uma universidade nascer, e ver pessoas tão legais tendo oportunidade de realizar seus sonhos. Saudade dos meus ex-colegas, que hoje posso considerar amigos. Reencontrei um em especial na cerimônia, o Mário (os outros não puderam comparecer). Lembramos dos momentos em que, admirados com tudo que estávamos vivendo, nos reuníamos no "El Gato" para conversar sobre nossas experiências, degustando um boa pizza. Aí, mesmo com o grupo pra lá de resumido, já que os outros estavam envolvidos em outras atividades pelo mundo afora, fizemos uma sessão saudosista. Não dizem que recordar é viver, pois é... Terminamos a noite comemorando e bebemorando no El Gato (hehe). Na cerimônia, formou-se também, a primeira turma de Tecnologia em Agropecuária: Agroindústria. Eram 18 formandos. Parabéns a todos! E lembrem-se, essa é apenas a primeira etapa.

5 de out de 2007

São Pelegrino em Caxias

Passei o feriadão da Semana Farroupilha em Caxias. Não estava muito bom. Muita chuva, entre outras coisas. Não tirei muitas fotos e por isso tinha decidido não publicar nada aqui. Mas após uma conversa com um novo amigo de lá, me convenci que a Igreja São Pelgrino merecia ter seu slide também. O lugar é muito lindo. Pra todo lado que a gente olha é uma obra prima. A gente fica literalmente de queixo caído. Ele comentou que tem uma história de uns pés seguindo a gente pela igreja, mas eu não vi nada. Culpa do guia, já não se consegue mais bons guias (hehe). Quem quiser saber mais sobre a igreja pode acessar http://www.saopelegrino.org.br/. Eu fui em Caxias quando tinha 14 anos (hehe), fiquei 21 anos sem colocar meus pezinhos lá. Gostei do pouco que vi da cidade, ela mudou bastante... Conheci algumas pessoas legais também... Como o Marcão, o Carlão e a Angela, pra varias dois virginianos e um aquariano (hehe). Espero não demorar mais 21 anos para retornar. Fiquei curiosa para conhecer outros pontos turísticos, só que antes vou olhar com muito cuidado a previsão do tempo (hahaha). Quem sabe na minha tão programada visita à Festa da Uva? Tantas vezes me ensaiei para ir na tal festa e na última hora acabo desistindo. Se for, com certeza trarei mais fotos dessa terra de gringos pra vocês. Por enquanto curtam a São Pelegrino e talvez dê vontade de conhecer mais e se aventurarem em Caxias. :)

4 de out de 2007

Um barril de chopp é muito pouco pra nós... (hehehe)

Olá, gente! Outubro chegou. E outubro aqui nesses pagos por onde me acho é mês de Oktoberfest. A Oktober, como é carinhosamente chamada essa festa por aqui, inicia no dia 04 e termina no dia 14. Esse ano terá show com a banda Babado Novo e com a dupla César Menotti & Fabiano. Pra quem quiser ser um dos 400 mil visitantes que a cidade espera, fazer parte dessa estatística ou apenas conhecer a programação da festa pode acessar o site da festa(http://oktoberfestsantacruz.com/home.asp). Este seria o primeiro ano que poderia tirar fotos da Oktober, mas vou ficar devendo pra vocês, pois vou fugir dessa algazarra toda e me “voy a la frontera”. Portanto abaixo deixo alguns cliques da cidade se preparando para o grande acontecimento da Festa da Alegria. Aos que ficam na cidade, desejo uma boa festa e usem de parcimônia no consumo de chopp (hehe). Para os que vão se aventurar a visitar a cidade nesses dias agitados, desejo que sejam bem recebidos e se sintam acolhidos e que desfrutem bem da festa. Aviso que possivelmente chova... Os que não se enquadram em nenhum dos grupos citados, desejo que façam a sua festa particular (hehe).