7 de jun de 2007

As famosas bolachas da fronteira

Quando cheguei em Santa Cruz do Sul, e comentava que uma das coisas que sentia saudade de Santana do Livramento era um bom café com bolacha, as pessoas faziam uma cara do tipo "não tô entendendo". Queriam logo saber porque eu não corria a padaria mais próxima e matava minha vontade. O que os santa-cruzenses conhecem como bolacha, pros santanenses é apenas bolachinha. Bolachinha pode ser de água e sal, recheada, de leite, etc. Bolacha, bolacha mesmo é outra coisa. Pelo menos pro pessoal da fronteira. É muito comum esse acompanhamento para o café, e padaria que não tem bolacha, não é padaria de confiança. Em Livramento tem até um dito que diz: "Se tu me diz que pão d'água não tem bico, eu te digo bolacha não tem costado" hahaha, que nada mais é do que uma adaptação do "Se tu diz A, eu digo B". Os que não conheciam e provaram, gostaram. E quem é fronteirço, e se foi dos pagos pra outras bandas, com certeza sente falta dessa especiaria da fronteira. Então abaixo, fiz umas fotos das bolachas da fronteira. Ou como dizem os hermanos uruguaios, das galletas. Espero matar a curiosidade, pelo menos visual, de quem nunca na vida viu uma e deixar a dica pra que o dia que tiverem oportunidade experimentem.

Nenhum comentário: